Exercising

Remember that list of things I wanted/had to do? As you know, exercising was right up there, as one of the main priorities. After all, mens sana in corpore sano, as the philosopher would say, so if I want to be able to write a thesis, I need to be well within my body. So far so good. I’ve been going regularly to gym since we got back from Spain. I got back to my weights routine, some yoga and stretching on my own, and lots of cycling and walking. I even take the stairs to my seventh-floor apartment. But this week I made the bigger jump. This week I started to learn to run. So far all I can do is walk for five mins, run/walk for twenty minutes (I started with walk 1 lap, run 1 lap, and I’m now at walk 1 lap, run 2 laps) and finish with another five minutes walk to cool down. I want to be able to run 5 km by the fall. Running is hard but it also feels very empowering. Wish me luck with it!

Advertisements

Author: guerson

Historian. Teacher. Knitter. Passionate for bringing people together and building bridges.

12 thoughts on “Exercising”

  1. Boa sorte Alex, você vai gostar, os efeitos sao muito mais rapidos que de caminhar e de andar de bicicleta, soh tem que cuidar com as articulaçoes, aquecer bem e usar um tênis adequado. Além do que durante a redaçao a corrida ajuda a esvaziar literalmente a cabeça e a relaxar. Nos dois ultimos veroes a gente caminhava e corria, eu adorava, mas esse ano vamos todos os dias (quando nao chove) patinar, também to gostando. Beijocas.

  2. Ana,

    Ih, não se preocupe que o marido sabe tudo sobre equipamento apropriado para cada esporte. Eu já tinha ameaçado correr uns anos atrás e antes mesmo de colocar o pé no chão, ele me levou numa loja especializada onde analizaram minha forma de andar, mandaram eu correr de um lado pro outro, e me recomendaram um tênis adequado pro meu pé. Realmente, não tem comparação correr com um tênis adequado. A única vez que corri com um tênis básico, fiquei morrendo de dor na canela no dia seguinte (os tais shin splints). Na época só corri durante 3-4 semanas. Cheguei aos 5 km correndo continuamente, estava gostando bastante mas tive que parar pois na epoca eu pesava muito pouco e comecei a ficar cada vez mais cadavérica. Acho que com o peso que eu estou agora dá pra correr sem muitos problemas. Vamos ver…

    Nós patinávamos muito em Montreal. Eu também gostava. Aqui em Toronto não é tão conveniente e acabamos andando mais de bicicleta.

    Mas faço qualquer coisa pra tornar a redação uma coisa menos nociva pra saúde…

    Obrigada pelo apoio!

  3. Oi Alê! tô desatualizado na leitura do seu blog, aonde vc está? vais voltar pra Espanha?!

    Vc é super- elegante, magérrima, nem precisa se esforçar tanto com exercicios fisicos, mas acho bacana e bom vc se cuidar mesmo.

    beijos

  4. Fer,

    Depois de conhecer o Alan eu aprendi que exercício físico deve ser feito não tanto pra perder peso mas pela saúde em geral. E pessoas magras podem ter os mesmos problemas de saúde que pessoas gordas – eu tenho uma amiga magérrima com problemas sérios de hipertensão arterial.

    Quando o Alan tinha seus 30 e poucos anos, ele parou de fumar e substituiu o cigarro pelo exercício. Aprendeu a nadar e entrou para uma equipe de masters. Lá conheceu muita gente ativa e passou a fazer outros esportes com eles e participar de competições de triatlon e tudo mais. Durante 4 anos fizemos canoagem todo verão, andamos muito de bicicleta, patins, etc. Ele vai fazer 60 anos esse ano e tem mais energia e está em melhor forma do que muito rapaz de 20. Conheçi outras pessonas na equipe de natação dele que também eram super inteiros com 70, 80, mesmo 90 anos (!). Por isso sinto a necessidade de adotar o esporte como algo imprencindível na minha vida. É um investimento que fazemos no nosso futuro.

    Mas acho que no fundo, tudo isso vem do meu trauma com médicos e hospitais ;) Por isso me cuido tanto… acredito na prevenção ;)

    Beijos e obrigada pelos elogios!

  5. Ei, que coincidência! Eu comecei a correr também no mês passado… Eu nunca tinha tentado, mas eu li um artigo na New Yorker do começo de junho sobre um cara que começou a correr e a escrever quando tinha 33 anos, sem nunca ter feito nada nesse estilo antes, que eu pensei “cara, se você corre tão bem como escreve, eu quero correr também!”

    Eu vou usar a sua dica de alternar corridas com caminhadas. Por enquanto eu estou só correndo até pôr os bofes para fora — o que acontece depois de 4 voltas consecutivas (uns 500 metros….). Mas vou ver se intercalando eu consigo ir mais longe. :)

    Boa sorte, e continue firme!

    Ester
    *****

  6. Todo programa “Lean to Run” que eu já vi se baseia nesse método – intercalando a corrida com a caminhada pq senão ninguem aguenta!

    Alguns exemplos:
    http://www.weightlossresources.co.uk/exercise/running/3_mile_training_plan.htm [esse começa meio devagar]
    http://www.ctv.ca/servlet/ArticleNews/story/CTVNews/20070429/learntorun_beck_070829/20070430/

    Como eu tenho corrido na Hart House, eu corro 2 voltas e ando uma; vou repetindo até dar 20 minutos. Semana que vem vou correr no Queen’s Park – a volta tem uns 800m; vou ver se dá pra correr ao menos meia volta e andar meia….

    Tô querendo me inscrever numa corrida de 5k no outono. Se eu ainda não estiver conseguindo correr 5 km, posso andar parte do caminho… Anima se vc estiver aqui?

    A

  7. Começar a correr faz você correr um risco. Ficar totalmente viciada nisso e nunca mais conseguir parar de correr. Eu comecei a alguns poucos anos atrás com os 5K, e agora eu já fiz várias provas de 21K (1/2 maratona) e estou me preparando pra uma de 42K justamente em Toronto, dia 19 de Outubro.

    Continue firme !!!

    /F.

  8. Alex, I’ve run two marathons and one 30 k race! The last one was in 2005, therefore not so long ago. I started out like you and ended up being a marathoner! That was one of the coolest thing that I’ve ever done in my life, believe it. Up the same alley with my PhD and all! You’re totally right: running is incredibly empowering, it makes you feel you can handle everything. (Don’t get me started on the subject!) I stopped running for one and a half years maily because I needed to have some peace and quiet at home to write my dissertation. Actually, all through that period, there was room little else in my life. Looking back now, I see that I should have continued running but I was obsessed! After my defense, I accepted a teaching position in a Masters Program and things got tougher because I kept my old job in another university. But I started walking/jogging months later and now I have been running 6-7 k! It was not easy to go back — running is tough and you got to be patient, but definitely worth it. My aim now is to finish a 10k race this year. We have lots of 10k races here, one almost every weekend.

    Waddle on, fellow runner!

  9. Cris,

    Thanks for the encouragement. We each have our own way to get through a dissertation. In my case, I think running would help to get rid of stress and give me a time to think, as Ana mentioned above. I’ve also started doing Yoga and I’ve found it has helped a lot with my ability to concentrate.

    I don’t think I’d do a marathon, but a 10k is a good goal. And if I can run 10 Km, I’ll definitely sign up for some triathlons! I guess I need variety… ;)

  10. Tenho que confessar que me sinto envergonhada perto do Alan quando o assunto é fôlego, que foi uma coisa que sempre me faltou.
    Eu corri durante 1 ano na academia mas nunca consegui correr mais do que 20 minutos seguidos e nem era todo dia que eu conseguia correr 20 direto, geralmente parava lá pelos 10.
    O instrutor me recomendou a começar andando 2 minutos e correndo 1; depois ia aumentando aos poucos mas nunca consegui atingir meu objetivo. Quando via o pessoal com mais de 40 correndo UMA HORA e ainda saindo inteiro da esteira eu tinha vontade de me enfiar embaixo da mesa porque é claro que depois de 10 minutos parecia que eu tinha corrido 2 horas.
    Assim que nos mudarmos vou começar a nadar, que é uma coisa que eu adoro e para a qual tenho mais fôlego.
    Bjs

  11. Gata!!!
    Agora assim com essas roupitchas de verão parece até que vc tem 18 anos! O cabelinho tá mega fofo! Liso então, parece que vc tem 16!!!
    Tb preciso cuidar do meu telhadinho…
    bjos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s